A psicoterapia é um recurso para ajudar a entender melhor a si mesmo, às pessoas ao seu redor e suas dificuldades. Visa auxiliar o indivíduo a encontrar estratégias e desenvolver habilidades para lidar melhor com seus problemas e situações adversas.  Na terapia, o paciente também pode aprender a comunicar-se mais assertivamente, a se planejar e se organizar melhor, regular e manejar suas emoções, aprender a lidar com seus medos, controlar impulsos, podendo ter uma qualidade de vida melhor.

A perspectiva utilizada é a da Terapia Cognitiva Comportamental, idealizada por Aaron Beck na década de 50, e é hoje, uma das psicoterapias mais utilizadas no mundo. Constitui-se como uma modalidade de terapia fundamentada no modelo cognitivo, que trabalha pensamentos, emoções e comportamentos, determinados pela forma como o indivíduo interpreta o mundo.

“Quando as pessoas aprendem a avaliar seus pensamentos de forma mais realista e adaptativa, elas obtêm uma melhora em seu estado emocional e no comportamento” (Beck, 2013, p.23).

 A terapia é focada no presente, é realizada de maneira colaborativa com o terapeuta, tendo um planejamento de duração do tratamento, visa a criação de novas estratégias para resolução de problemas e a reestruturação cognitiva do indivíduo. É indicada para todas as idades.

Nessa abordagem, o terapeuta tem como objetivo que o paciente torne-se seu próprio terapeuta, podendo utilizar em seu dia a dia as técnicas aprendidas no processo terapêutico, tornando sua vida mais saudável. 

Referências:

Beck, J. : Terapia Cognitivo Comportamental – Teoria e Prática. 2a Edição, Porto Alegre: Atmed, 2013.

Woman with problem on reception for psychologist